Postagens marcadas com a tag .NET Geral - Página 2

Atribuindo do BD para a classe via Reflection

No primeiro artigo prático da série Reflection na Prática: Uso na Classe de Conexão irei abordar como é construído o método Select() da Classe de Conexão, que além da já tradicional forma de atribuição “manual” faz o uso do Reflection para atribuir os valores de um registro do Banco de Dados para as variáveis privadas (e consequentemente na propriedade que expõe esta variável) da classe que implementa esta tabela.

Reflection na Prática: Uso na Classe de Conexão

Na série de artigos sobre a nova Classe de Conexão, mencionei que estou usando exaustivamente o Reflection em alguns de seus métodos, de forma que algumas operações mais “chatas” como atribuições para as variáveis privadas, para componentes da interface de usuário entre outros ficaram meio que transparentes.

Armadilhas do C# – Atribuições, população de listas e referências

Uma vez precisei corrigir uma aplicação (lembra daquela que comentei no último Momento POG quando abordei o GOTO?) que necessitava enviar mensagens para o webservice, e quando mais de uma mensagem era mandada TODAS as mensagens eram enviadas apenas com a última buscada.

Controle de Usuários para ASP.NET (e Windows Forms!) – Criando o primeiro usuário em um BD vazio

Graças a Deus tenho recebido vários feedbacks positivos e com dúvidas a respeito do Controle de Acesso para Sistemas ASP.NET (a série de artigos mais popular do NM Tech) e isto tem me motivado e muito a continuar escrevendo!

Métodos com argumentos indefinidos em C#

Você já deu uma olhadinha de leve no método String.Format? Se você reparar bem, em uma de suas sobrecargas você poderá passar vários argumentos separados por vírgula (parâmetros), sendo que no primeiro é a string a ser formatada e os outros argumentos são o valores que serão colocado na string do primeiro.

Simple PIM - Exemplo Nova Classe de Conexão - Parte 4: Conclusões

Fechando esta sequência de artigos sobre a nova versão da Classe de Conexão, cheguei a algumas conclusões, sendo algumas meio óbvias, algumas melhorias a fazer, entre outras.

Simple PIM – Exemplo Nova Classe de Conexão – Parte 3: Web User Interface

Olá! E aí, após modelarmos o banco de dados, construir a biblioteca de classes e uma “quebra de gelo” com a Americanas anunciando GeForce 2 à 1500 Reais em pleno 2009 (Nem Radeon HD 4870 custa isso!), vamos à penúltima parte (na verdade, a última no que se refere a códigos hehe) da construção do nosso Simple PIM (Personal Information Manager), onde iremos construir sua interface web.

Simple PIM – Exemplo Nova Classe de Conexão – Parte 2: Estrutura da App e Biblioteca de Classes

No post passado, falei sobre as modificações que foram feitas na minha Classe de Conexão para Múltiplos Bancos de Dados, descrevendo as novas propriedades e novos métodos.

Fazendo o DbProviderFactory do Firebird funcionar no VS 2005 / .NET Framework 2.0 (dica rápida!)

Antes de entrar de cabeça na construção da biblioteca de classes do Simple PIM, antes vou dar uma dica rapidinha para você que tentou fazê-lo rodar e não conseguiu, ou até mesmo para você que tenta usar os Provider Factories do .NET 2.0 com o banco de dados Firebird e não teve sucesso.

Simple PIM – Exemplo Nova Classe de Conexão – Parte 1

No post passado, falei sobre as modificações que foram feitas na minha Classe de Conexão para Múltiplos Bancos de Dados, descrevendo as novas propriedades e novos métodos.

Nova Classe de Conexão para Vários Bancos de Dados – Visão Geral

Olá! Agora que a nova Classe de Conexão já está em uso em sistemas de produção, bombando e não dando nenhum tipo de problema, já chegou a hora de mostrá-la para você.

Exemplo de uso – Manipulando Planilhas Excel com ADO.NET

Agora sim, finalmente temos a conclusão de dois artigos (este e este outro :-) ) que tratam de como manipular, seja lendo ou escrevendo uma planilha do Excel fazendo o uso das classes do ADO.NET e do provider OleDB

Inserindo, atualizando dados e Criando uma nova planilha em Excel via ADO.NET (.NET - C#, VB)

Continuando o assunto de como manipular planilhas Excel via ADO.NET, vou colocar um método que exporta o conteúdo de um DataTable para uma planilha Excel

Lendo um arquivo Excel via ADO.NET (C#, VB...) e importando-o para um DataTable

Muitas vezes os sistemas necessitam que dados sejam atualizados por uma planilha do Excel. Isto acontece porque a visualização e a edição de dados neste programa (e semelhantes) é mais produtiva para o usuário do que pelo nosso sistema. E quando muitos dados precisam ser inseridos ou atualizados, a produtividade com certeza é muito maior mesmo.

Breakpoints condicionais no Visual Studio .NET

Enquanto monto mais um artigo sobre C#, que tratará sobre eventos e delegates, vai uma dica muito útil para depurar programas usando o Visual Studio .NET. Já é do conhecimento da grande maioria dos desenvolvedores que as IDE mais populares do mercado possuem inúmeros recursos para a depuração de programas, para que possamos analisar os erros de forma mais adequada.