Microsoft adquire a Xamarin. Até que já era esperado

Quem desenvolve para sistemas móveis hoje enfrenta um pequeno dilema: desenvolver para iOS, Android ou Windows Phone? A Apple rende mais grana, Android mais usuários, e o WP sofre bullying pela falta de aplicativos.

Desenvolver para múltiplas plataformas envolve ter equipes especializadas e várias ferramentas de desenvolvimento. Seria bom se houvesse uma única base de código, onde podemos somente mudar a plataforma de saída durante a compilação.

Hoje existe ferramenta para isso, o Xamarin Platform. Ele permite que escrevamos uma base de código em C# e depois compilemos nativamente para iOS, Android e WP.

Só que a licença desse bicho aí é deveras dispendiosa, US$ 1000,00 por ano no plano básico para uso empresarial.

O MS Visual Studio também permite escrever para iOS e Android sem depender do plugin da Xamarin (que permite usar o .NET Framework para tal tarefa), só que para isso ele depende de uma biblioteca chamada Apache Cordova, em que escrevemos as aplicações com linguagem JavaScript / HTML, portanto ele não compila código nativo para essas plataformas. Não preciso falar que para WP ele compila código nativo, né?

Lembremos que a Xamarin também patrocina o Projeto Mono, que porta o .NET Framework para outras plataformas (uma implementação open-source do mesmo), como o Linux. E que esse trabalho foi facilitado devido a abertura do código do núcleo do .NET Framework pela Microsoft.

Eis que ontem (25/02/2016) temos a notícia que a Microsoft adquire a Xamarin.

Para nós que desenvolvemos em .NET é motivo de euforia: já pensou se a Microsoft integra as ferramentas da Xamarin de forma nativa no Visual Studio e ainda mais em uma futura versão Community? Mesmo essa versão tendo algumas limitações em relação às pagas, é uma BAITA ferramenta. Para o meu uso, ela está se demonstrando perfeita, não sinto falta de nenhum recurso das versões “Ultimate Jack Sparrow” que utilizava, todos eles estão na Community. Mesmo que eles liberem somente o cross-compile entre as várias plataformas de um mesmo código em C# já está de bom tamanho!

Do jeito que o Tio Nadella está focando a MS em serviços, e precisa de mais desenvolvedores, não duvido que isso aconteça.

Mas e o Mono? Como eu disse, o Mono é patrocinado pela Xamarin, o desenvolvimento dele é feito por uma comunidade. Não creio que a MS irá cortar isso. Claro, alguns freetards já estão conspirando, mas vamos esperar, talvez eles tenham um fundo de razão devido ao histórico da MS.

Agora vamos prestar mais atenção na conferência BUILD da Microsoft, pois lá eles nos darão mais detalhes dessa aquisição, e qual será o futuro.

Fonte: Tudo Celular, Blog da Xamarin