Olá povo! E aí, como foram as festas?

Há algum tempo finalmente atualizei o meu desktop para o Windows 10. Em casa tenho um netbook com Windows XP, 2 desktops e 1 notebook. O outro desktop fica no quarto do meu irmão, e este também foi atualizado para o Windows 10.

Windows 10

O PC a que me refiro é de 2008, e comentei sobre a montagem dele no post “Meu Novo PC” aqui mesmo no NM Tech. É isso mesmo, em Outubro deste ano esta máquina fará oito anos de uso! Claro, ela sofreu algumas modificações nesta jornada, então vou atualizar o descritivo do hardware antes de começar:

- Processador Intel Core 2 Duo E8400 (3,06 GHz)
- Placa Mãe Gigabyte GA-X48-DQ6
- Placa de Vídeo com chipset gráfico NVidia GeForce GT 740 (4 GB RAM) (agora não lembro o fabricante :()
- 8 GB RAM DDR 2
- HD 500 GB WD
- HD 1 TB Seagate
- SSD 120 GB Kingston (tb não me recordo o modelo, esta é a unidade de boot)
- Fonte Corsair 500W
- Fora os outros itens, como kit teclado e mouse da MS, gravador de DVD, monitor, caixas de som.

Agora sim, vamos descrever como foi o processo de upgrade do sistema operacional.

1. O ponto de partida

O sistema operacional instalado era o Windows 7 Ultimate de 64 bits, desde o lançamento desse SO. Somente fiz uma nova instalação do Windows quando coloquei um SSD de 64 GB e instalei o SO do zero para ver qual é a experiência de um SSD na máquina. Afinal, não teria como clonar uma partição maior para um SSDzinho de só 64 giga, né? Nunca precisei formatar a máquina em decorrência de problemas nesses 8 anos!

Claro que só foi ficar instalando programas e esse pequeno encheu, né! De 64 GB sempre ficava em torno de 10 GB livres. Reservei a atualização do Windows 10 e aguardei.

O bicho fez o download automático só que nada de liberar a atualização. Quando finalmente liberou, o programa de instalação reclamou do espaço livre no disco, em torno de 5 GB. Muito pouco.

Foi aí que tirei o escorpião do bolso e comprei uma unidade SSD maior, de 120 GB, mais confortáveis e clonei o disco utilizando o Acronis True Image. Este processo ocorreu sem problemas: backup em um HD USB externo, troca o disco no gabinete, restore do HD externo no SSD novo, boot imediato, tudo no lugar, exceto a barra vermelha de disco com espaço crítico.

2. Instalando o Windows 10

A atualização foi feita via Windows Update. Fiz os procedimentos indicados no assistente e esperei o tempo. A atualização ocorreu sem problemas.

Só notei que o Windows 10 sumiu com os atalhos da área de trabalho!!! Os programas ainda estavam lá, funcionavam, mas cadê o meu desktop? E as configurações dos navegadores, histórico, essas coisas redefinidas!

Foi aí que ele pediu um reboot, e após a reinicialização tudo estava lá!!! Todos os atalhos, programas fixados no na barra de tarefas, inclusive a configuração da barra de tarefas no canto esquerdo na vertical, configurações de navegador, etc. Exceto o papel de parede, que não sei por que raios ele não puxou. Coloquei um que vem com o sistema, e até agora não mudei.

3. Primeiras impressões

Cara, a máquina ficou um foguete! Seja para inicializar, para abrir programas, as animações do sistema. Tudo ficou bem mais rápido. Me impressionei positivamente, pois a minha impressão foi que mesmo em um hardware bem mais velho do que o meu notebook o W10 funcionou mais rápido! E isso instalando POR CIMA do Windows 7!

Não sei se é por causa do 1,0 GHz a mais de clock do processador (C2D 3,06 GHz x Core i3 2,10 GHz), ou se o SSD é mais rápido, ou outro fator. Sei que a RAM é mais lenta (DDR 2 800 x DDR 3 1066).

4. Programas de uso geral

Traktor, Visual Studio 2013, Pacote Office 2007, e outros programas instalados funcionaram perfeitamente, sem reclamar. Inclusive Steam, jogos como o Grand Theft Auto 4, que temia que não funcionasse por causa da incompatibilidade de alguns sistemas de DRM com o Windows 10, porém ele não chiou.

E note, eu não precisei fazer reset do sistema igual fiz com o notebook (tb, ele estava com HD em vez de SSD à época que fiz isso)!

5. O que NÃO funfou

A versão que foi instalada é a Pro de 64 bits, já que a origem do upgrade foi o Windows 7 Ultimate x64. Um dos recursos que queria utilizar é o ambiente de virtualização Hyper-V, porém não funcionou, ele nem habilita o check para instalar, pois o processador Core 2 Duo E8400 é incompatível. No notebook, um Core i3, funcionou redondo. Nem é culpa do Windows, e sim do hardware defasado.

Então o jeito para utilizar uma VM nesta máquina foi continuar com o bom VMWare Player, que teve que ser atualizado para uma versão recente, pois a antiga não reconhecia mais as interfaces de rede. Depois de atualizado o VMWare, tudo funcionou de boa.

6. Conclusão

O que eu achei bom no notebook, no desktop ficou ainda melhor! O Windows 10 ficou redondo nessa máquina de quase 8 anos de idade, que ainda dá um bom caldo por conta dos upgrades recentes. Só não roda jogos mais atuais, claro, mas para o meu uso geral ela está perfeita.

Tirando o netbook com o XP, que não vou mexer nele, todas as outras máquinas de casa estão com o Windows 10. Até agora, sem saudades do 7.

7. Bonus Track

Lembra que citei um outro desktop lá no início do post? Meu irmão executou a atualização para o Windows 10. Este desktop tem processador Core i3 de 3,06 GHz, 4 GB de RAM com unidade de boot em HD, não me recordo do tamanho agora.

Sério, a impressão que eu tenho é que no meu computador que é mais antigo funcionou melhor! A atualização do desk i3 também rolou por cima de um Windows 7 de 64 bits, porém Home Premium. Então, a versão do Windows 10 instalada foi a Home.

Minha impressão da lentidão do W10 neste i3 é que o gargalo se encontra no disco rígido e o fato da instalação antiga do W7 estar lotada de programas instalados.

Comprovei o gargalo acima doando o meu antigo SSD de 64 GB e fazendo uma instalação limpa do Windows 10 Home x64. A instalação limpa ocupa cerca de 14 GB no disco, então sobra espaço para instalar alguns programas, enquanto jogos e coisas mais pesadas ficam nos HDs convencionais.

E sim, importante: como o W10 já estava instalado nesta máquina em outro disco, isso fez com que uma ID de hardware fosse armazenada nos servidores da MS. Ao instalar o Windows 10 no SSD colocando a chave do Windows 7, ele não reconhecia, dava chave inválida. Então pulei a etapa da key, fiz a instalação, e quando vi o status de ativação o Windows já mostrava como ativado. E a máquina ficou realmente mais rápida, agora falta instalar os utilitários nela, para enfim trocar a unidade de boot na BIOS para o SSD.