Um banho de água fria nos Freetards
Leonel Fraga de Oliveira 25/07/2009 13:22
Linus Torvalds
“Há ‘extremistas’ no mundo do software livre, mas esta é uma razão principal por que eu não chamo o que faço de ’software livre’ mais. Eu não quero ser associado às pessoas para quem isso está associado a exclusão e ódio”
Esta frase foi dita por Linus Torvalds quando questionado sobre o fato da Microsoft ter disponibilizado um driver para ajudar sistemas Linux virtualizados em host Windows.

Software Livre não significa ser necessáriamente de Código Aberto. São duas coisas distintas, porém os freetards mais radicais não conseguem dissociar uma coisa da outra.

Segundo os freetards, ser livre não significa liberdade de escolha. E esta opinião é endossada pelo próprio Richard Stallman (o “freetard mor”), como pode ser vista aqui.

Linus disse que acredita no desenvolvimento aberto, e isso envolve não deixar NINGUÉM, sejam desenvolvedores autônomos ou EMPRESAS, seja QUEM FOR a participar.

E óbvio que esse “seja quem for” inclui a Microsoft, que sempre é associada a movimentos “anti-linux”, entre outros.

Tá certo que o Mr. Ballmer fala muita besteira, eu detesto as propagandas “Get The Facts” da MS (aliás, não gosto de qualquer propaganda anti-concorrente de qualquer empresa), mas estamos em uma época que a interoperabilidade é um requisito fundamental.

Ah, a MS quer que instalemos o Windows ao invés do Linux nos hosts? Óbvio que sim. E para manter esse mercado disponibilizou o driver, visto que muitos usuários virtualizam Linux e a opção mais em conta para estes seria colocar o host também em Linux.

Qualquer empresa faz a mesma coisa, seja a Oracle, a SAP, a IBM entre outros: contribui onde ela mesma pode ser beneficiada. Algo puramente normal.

Os freetards veem com muito ceticismo essa contribuição da Microsoft, já falam que é cilada, somente pelo fato de ser da Microsoft!

Oras, como eu disse acima, a MS está beneficiando o Linux onde é interessante para ela, assim como TODOS fazem. Nada de mais.

Infelizmente, aqui no Brasil, os que fazem mais barulho são os que associam a expressão “Software Livre” a movimentos políticos, exclusões, apoio a pirataria de software entre outros. Quantas vezes você já ouviu falar “Linux é coisa de comunista” (não lembro se essa é mais uma das besteiras do Ballmer) e outras coisas?

Linus, como o Pai do Linux (na minha opinião o representante maior do movimento SL), não quer sua imagem associada a estes (leia-se freetards).

Está certo ele. Linus é o Cara!!!

[Via: br-Linux]

Abraços!

Leonel Fraga de Oliveira Leonel Fraga de Oliveira é formado em Processamento de Dados na Faculdade de Tecnologia de São Paulo (FATEC-SP - 2002) e anteriormente em Técnico em Eletrônica, pela ETE Professor Aprígio Gonzaga (lá em 1999).
Atualmente trabalha como Analista de Sistemas na Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul - SP
Tem como hobbies DJing (também trabalha como DJ freelancer) e ciclismo, além da manutenção dos sites NeoMatrix Light e NeoMatrix Tech.
Gosta de música eletrônica, tecnologia, cinema (super fã de Jornada nas Estrelas), gastronomia e outras coisas mais.


Compartilhe nas redes sociais

   

Deixe seu comentário

comments powered by Disqus