Oracle compra a Sun Microsystems por mais de US$ 7 bi
Leonel Fraga de Oliveira 20/04/2009 13:33

oracle e sun

É meu amigo! Depois de dizer NÃO para a IBM, a Oracle, como bom mineirinho, comeu quieto e comprou a Sun Microsystems por US$ 9,50 por ação, totalizando mais de sete bilhões de dólares.

Veja o trecho da matéria no G1:

As empresas informaram em comunicado que a operação é avaliada em cerca de US$ 7,4 bilhões, ou US$ 5,6 bilhões sem incluir caixa e dívidas da Sun. As ações da Sun saltavam mais de 37% no pregão eletrônico da Nasdaq, em Nova York, enquanto os papéis da produtora de software corporativo recuavam 4,5%.

A Oracle espera que a aquisição adicione pelo menos US$ 0,15 por ação no primeiro ano após a aquisição. A companhia, diz a agência de notícias Associated Press, estima que a Sun contribuirá com mais de US$ 1,5 bilhão no primeiro ano, e mais de US$ 2 bilhões no segundo ano.

O anúncio surpreendente feito pelas empresas acontece depois que as negociações entre IBM e a Sun fracassaram no início deste mês. Fontes próximas do assunto afirmaram que a Sun recusou oferta de US$ 9,4 por ação feita pela IBM.

Fonte: G1

Depois dessa notícia, a coisa que mais foi questionada pelas comuindades (não só a de software livre e dos javeiros) : Qual será o futuro do MySQL e do OpenOffice? (via br-linux).

Segundo este FAQ publicado no site da Oracle, ele será adicionado ao rol de produtos da Oracle, que inclui o Oracle Database 11g e outros, inclusive os open-source Berkeley DB (que também é utilizado como mecanismo de armazenamento do Subversion) e Inno DB (um dos mecanismos de armazenamento – engine - do MySQL).

A Sun comprou a MySQL AB por uma quantia bilhonária, e desde então o banco vem ganhando recursos, embora a Sun receba inúmeras críticas da comunidade por causa da extrema burocracia no desenvolvimento, críticas estas que também recebe em relação ao OpenOffice (inclusive já estavam falando que o projeto “estava na UTI”).

Uma suíte de escritórios não é o foco da Oracle, e embora a Sun estivesse dando mais atenção ao StarOffice, creio eu que será um dos produtos mais afetados por causa da aquisição da Sun pela Oracle.

O melhor que eu acho é entregar o desenvolvimento do OpenOffice para a comunidade. O seu “fork” mais famoso, o Lotus Simphony da IBM ainda tem muito arroz com feijão para comer.

Agora que a Oracle adquiriu um nome de respeito em se tratando de hardware e sistema operacional, a concorrência com a dupla MS + Intel ficou ainda mais acirrada.

Vejamos: Qual é o servidor mais utilizado para rodar o Oracle Database em aplicações parrudas e de missão crítica? Hardware Sun, com sistema operacional Solaris. Hardware Intel e Windows combinam mais com SQL Server, na minha opinião.

Esse “trio dinâmico” (Processadores SPARC, Solaris e Oracle) agora tem muito mais a ganhar, agora que o desenvolvimento destes itens tende a ser mais integrado.

Isso por que eu ainda não falei nada de Java até agora.

As ferramentas da Oracle são feitas em Java, podemos escrever stored procedures no Oracle DB com Java, o instalador gráfico do Oracle é em Java.

E convenhamos, o desempenho destas ferramentas (estou falando mais precisamente do Database Developer, que tem uma JVM própria) no sistema Windows é sofrível se compararmos com uma ferramenta feita em outra linguagem.

Tomara que agora estas ferramentas sejam muito melhoradas, pois como mesmo com as empresas distintas Oracle e Java tem um grau bem elevado de integração, estas melhorias são meio que óbvias, não é?

Então, que esta aquisição sirva para uma maior concorrência no mercado, e que os diretores tomem o caminho adequado dos nossos “xodós” do Software de Código Aberto ;-)

Leonel Fraga de Oliveira Leonel Fraga de Oliveira é formado em Processamento de Dados na Faculdade de Tecnologia de São Paulo (FATEC-SP - 2002) e anteriormente em Técnico em Eletrônica, pela ETE Professor Aprígio Gonzaga (lá em 1999).
Atualmente trabalha como Analista de Sistemas na Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul - SP
Tem como hobbies DJing (também trabalha como DJ freelancer) e ciclismo, além da manutenção dos sites NeoMatrix Light e NeoMatrix Tech.
Gosta de música eletrônica, tecnologia, cinema (super fã de Jornada nas Estrelas), gastronomia e outras coisas mais.


Compartilhe nas redes sociais

   

Deixe seu comentário

comments powered by Disqus