Pois é, pensamento binário, extremista, causa bug no cérebro.

Em tempos de polarização política, econôminca e ideológica, o pensamento binário, 8 ou 80, bem nos extremos está em alta. Quem é de direita pensa que todo esquerdista é comunista, não gosta de trabalhar, defende total liberalização comportamental; enquanto quem é de esquerda pensa que todo direitista é fascista, racista, homofóbico, quer que o Estado seja totalmente ausente da vida da população.

Pois saiba que o que gera intolerância e tudo o mais é justamente o pensamento binário. Quem está certo, quem está errado? Cada um quer impor o seu ponto de vista para a sociedade em geral, e isso é muito ruim.

Vamos pegar um exemplo concreto de um pensamento que normalmente causa "bug" no cérebro de um direitista / coxinha:

"Baseado em algumas discussões que tenho visto por aí, pergunto: como é possível que alguém que se diz de esquerda defender ferrenhamente o Uber contra os taxistas? Não seria incoerência?"

Levando em consideração que meu posicionamento é centro-esquerda, defino que a esquerda visa primariamente combater a desigualdade social. E acredito, sim, que a desigualdade social possa ser combatida com uma economia mais liberal, com o Estado não tendo tanta interferência nestas questões. Basta o Estado não visar satisfazer apenas o desejo da plutocracia, como diminuição de direitos trabalhistas.

Concorrência sempre é bom, quem deve decidir por um serviço é o consumidor. Entre taxistas e o Uber quem atualmente faz um serviço melhor é o Uber. Qualquer um que preencha os requisitos necessários pode trabalhar com o Uber e descolar uma grana. Já com o táxi, a Prefeitura monopoliza a emissão de alvarás, estes são limitados e faz tempo que não são emitidos novos, mesmo que a necessidade por mais transporte seja crescente, e há o mercado negro de alvarás, uma verdadeira máfia. E isso não é uma coisa  boa. Se quem trabalha com o Uber, mesmo que seja um serviço secundário, pode melhorar de vida com o dinheiro que entra.

Claro, o modelo do Uber também tem seus problemas, afinal, qual empresa não tem? No exterior, motoristas chegam a protestar por uma melhor divisão do valor das corridas, passageiros também reclamam de assédio por parte dos motoristas.

E quem lutou a favor do Uber em São Paulo? Justamente um prefeito de esquerda, contrariando 99% da Câmara de Vereadores!

Já que é para falar de bug no cérebro coxa, vamos provocar mais uma tela azul:

"Quem votou na Dilma também votou no Temer, então, 'chola mais'"

Sim, quem votou na Dilma SABIA que levaria o Temer de vice-presidente, e caso ela saísse, quem assumiria a presidência era ele. Foi votado um programa de governo, personificado na pessoa da Dilma, e o que Temer mesmo antes de efetivar-se na presidência está fazendo? Sim, está aplicando o programa de governo derrotado nas eleições passadas, personificado em Aécio Neves. O programa que satisfaz a plutocracia. O governo golpista já está começando a tirar os direitos dos trabalhadores, e isso atinge tanto quem é de esquerda quanto quem é de direita. Quem imaginaria que Temer fizesse um papel de Judas e traísse aquele programa que o elegeu para vice?

E se é para falar de coerência, caros direitistas: os mesmos votos que elegeram Dilma, TAMBÉM elegeram Temer. Se para vocês estes votos não são válidos, que tal protestarem contra o Temer? Só recapitulando: Temer está personificando o programa de governo da plutocracia, programa este que foi REJEITADO por quem votou em Dilma. Se ele não desse essa guinada para a direita e lutasse pela manutenção dos direitos, e por mais políticas sociais, talvez os protestos seriam amenizados. É contra isso que a esquerda está protestando. Não é por Dilma, e sim pela não retirada de direitos.

Só para constar, ser de esquerda é bem diferente de ser petista. É uma coisa que transcende os partidos políticos. E mesmo dentro de um partido, o pensamento é diverso entre seus membros.

Embora de esquerda, não sou a favor de um Estado paternalista. Acho que a função dele com a população é fornecer, de forma gratuita e universal: Saúde, Educação e Segurança. Serviços estes que devem ser executados com excelência, de forma que quem quer utilizar-se de um serviço privado, que o faça por pura opção ou comodidade, ou que seja algo muito específico para sua realidade, e não porque o serviço público é ruim.

E sim, que tal a começar a taxar grandes fortunas, aumentar o imposto de transmissão de herança, aumentar a fiscalização para que não se sonegue tanto imposto? É justo que quem recebe mais paga mais imposto, não é? Lá fora, nos países de primeiro mundo é assim, não? E claro, punir severamente os políticos corruptos, seja de que lado for?

Claro, não existem somente direitistas radicais, há a esquerda radical também.

Como me posiciono mais ao centro, não concordo com várias coisas que quem é normalmente de esquerda prega, como descriminalização de drogas e aborto (exceto em casos de risco e gravidez decorrente de estupro), cotas raciais (sociais, atribuidas exclusivamente pelo critério de renda familiar, já sou mais a favor), discordo totalmente que quem luta contra o racismo deve exclusivamente ser de esquerda. Resumindo, em alguns assuntos sou conservador; já em outros, como a união civil homossexual e criminalização de homofobia, sou progressista.

Também me posicionar a favor de penas mais duras para bandidos, principalmente aqueles que cometem crimes hediondos como estupro e pedofilia e redução da maioridade penal não me faz um fã do clã Bolsonaro, o qual abomino. Nesse quesito tenho um colega também de esquerda que não concorda comigo! Veja só, nos dizemos de esquerda mas discordamos de uma pauta importante. E em nossas discussões sobre esse assunto redes a fora não partimos para a violência, cada um apresenta seus argumentos mesmo sabendo que um não irá mudar a opinião do outro. Discutir sim, mas agredir, não.

Acreditar que as pessoas possam conseguir as coisas por mérito próprio, ou seja, a tal da meritocracia, não me faz de direita. Inclusive dou mais valor para as pessoas que lutam e crescem apesar das adversidades, com menor privilégio e sem utilizar "atalhos". Por isso acho que a função do Estado é dar condições para que as pessoas possam conseguir melhorar partindo de um mesmo ponto, através de Educação (principalmente de base, para não termos a necessidade de cotas), Saúde e Segurança.

Conforme exemplifiquei logo acima, o pensamento do esquerdista, que os direitistas tanto criticam, não é uniforme. Também acho que, embora a minha amostra nas redes (portanto, viciada) diga o contrário, o pensamento direitista também não é uniforme. Discordâncias podem ocorrer mesmo entre pessoas de uma mesma linha ideológica, pois pessoas diferentes tem pensamentos diferentes. Cada cabeça é uma sentença, sabe?

Portanto, não queiramos atribuir TODOS os pensamentos vinculados a uma determinada corrente ideológica para uma pessoa que se declara de tal corrente, pois conforme vimos, se um "desvio de pensamento" ocorre, causa um bug tremendo no cérebro. Ninguém anda 100% na linha! Extremos sempre são ruins, vamos buscar o equilíbrio.