E finalmente começou a Copa do Mundo FIFA 2014
Leonel Fraga de Oliveira 12/06/2014 23:00
Copa da Corrupção

Enfim chegou o grande dia, em que depois de 64 anos a Copa do Mundo FIFA de Futebol está de volta ao Brasil, país da única seleção que a ganhou por 5 vezes. E quem diria, que a Zona Leste de São Paulo, sede do Itaquerão (estádio do Corinthians), foi vista por bilhões de pessoas sem que as notícias primárias fossem de páginas policiais.

Confesso que não assisti à cerimônia de abertura da Copa, mais depois falemos dela, pelo que eu li por aí.

Dentro de campo, a Seleção Brasileira venceu a Croácia por 3 a 1, com gols de Neymar (2, sendo o segundo originado de um pênalti mandrake inventado pelo árbitro japonês Yuichi Nishimura - o mesmo que apitou um jogo em que o Brasil foi eliminado da Copa de 2010) e Oscar. O gol da Croácia foi marcado por Marcelo, contra. A Seleção fez uma atuação regular, Felipão ainda tem muito o que trabalhar mas mesmo assim acredito que passamos com folga da primeira fase.

E o que falar da abertura, hein? Li por aí que a turma meteu o pau, foi um fiasco. Os cantores (Cláudia Leitte, Jennifer Lopez e Pitbull) cantaram com playback e ainda fora de sincronia, o povo não curtiu muito a música oficial, os nossos carnavalescos fariam as coreografias da cerimômia muito melhor do que o pessoal contratado pela FIFA, enfim.

Leio alguns blogs de tecnologia, e nele o que seria o evento de maior destaque era o exoesqueleto BRA-Santos Dumont 1, que faria com que um paraplégico desse o chute inicial, com o detalhe que ele foi preparado pelo cientista brasileiro Miguel Nicoelis e sua equipe. Fora do Brasil, porque se dependermos do nosso governo aplicar grana em ciência de base...

Infelizmente a cena tão esperada apareceu por somente 2 (dois) SEGUNDOS e ainda em tela dividida. Nenhum destaque foi feito, e logo a câmera focou no ônibus da Seleção Brasileira chegando ao Ninho das Gaivotas.

Fora de campo, houveram protestos por toda a parte. Aqui em São Paulo a polícia conseguiu fazer com que os manifestantes não chegassem ao estádio, com a repressão acontecendo na Estação Carrão do Metrô. Com bombas de efeito moral, que chegaram a ferir uma repórter da CNN.

Já no Rio Grande do Sul e em Belo Horizonte a cobra fumou feio também, tendo depredações.

E o que falar dos figurões Joseph Blatter e Dilma Rousseff? Sério que eles NÃO discursaram na abertura da Copa como manda o protocolo? Estavam borrando-se de medo das vaias da população presente no estádio (está estimado em R$ 1,3 bi, bancado com 1/3 de dinheiro público, grande parte pelo município de São Paulo e para um clube particular), mas não escaparam de um "Dilma, vai tomar no cu" bem tímido, mas presente.

Embora o espírito de Copa do Mundo até me contagiou, nunca esqueço que esta é a Copa da Corrupção, do superfaturamento, da roubalheira. Acho que já disse aqui que irei torcer para um Maracanazzo para os políticos não fazerem uso da Seleção nas eleições. Uma Copa onde até a representante do Comitê Organizador Local, Joana Havelange (filha de Ricardo Teixeira, Barão de Munchaunsen), disse que "o que era para ser roubado, já foi roubado". Só se esqueceu que ela e a família dela foram os que mais se locupletaram com a Copa.

O pão é dado pelo Governo na forma de políticas assistencialistas (Bolsa-Família, Bolsa-isso, Bolsa-aquilo) e agora o Circo começou e vai durar por um mês.

Se quisermos os "petralhas" fora do Governo Federal e os "tucanalhas" fora do Palácio dos Bandeirantes a hora de dizermos isso a eles é em Outubro nas eleições. A Copa, embora com bastante coisas feitas nas coxas e com atrasos (até a decoração das ruas foram feitas na última hora!), já é uma realidade.

Vamos assistir aos jogos, agir com civilidade, embora não possamos contar com civilidade de black blocs ou afins, torcer tanto pelo Hexa quem é a favor como pelo Maracanazzo quem é contra, tentar fazer bonito.

Que tenhamos uma copa pelo menos decente dentro de campo, e que demos o troco da roubalheira no governo na época das eleições. Embora muitos de nós não tenhamos o pão dado pelo governo e temos que ralar muito para conseguir, vamos nos aproveitar do circo e nos divertir um pouco.

Leonel Fraga de Oliveira Leonel Fraga de Oliveira é formado em Processamento de Dados na Faculdade de Tecnologia de São Paulo (FATEC-SP - 2002) e anteriormente em Técnico em Eletrônica, pela ETE Professor Aprígio Gonzaga (lá em 1999).
Atualmente trabalha como Analista de Sistemas na Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul - SP
Tem como hobbies DJing (também trabalha como DJ freelancer) e ciclismo, além da manutenção dos sites NeoMatrix Light e NeoMatrix Tech.
Gosta de música eletrônica, tecnologia, cinema (super fã de Jornada nas Estrelas), gastronomia e outras coisas mais.


Compartilhe nas redes sociais

   

Deixe seu comentário

comments powered by Disqus

Arquivo de Postagens