Charge por Diogo.

Quando inúmeros veículos de comunicação e torcedores de outros times, tirando a Gambazada, disseram que a impugnação da escolha do Morumbi para sediar a abertura da Copa do Mundo FIFA 2014 era justamente uma jogada política para beneficiar o time da Marginal Sem Número estavam cobertos de razão.

Eis que no site da Casa Bandida do Futebol, no dia 27/08/2010, estava informado que houve uma reunião entre o Governador de São Paulo, Albeto Goldman, o prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab e o secretário estadual de Economia e Planejamento Francisco Vidal Luna e o Barão de Munchausen, Imperador da CBF.

Questionaram o Barão sobre a realização da abertura da Copa no Morumbi, e ele disse que a opção estava totalmente excluída pela FIFA e Comitê Organizador Local da Copa 2014.

O Piritubão também estava descartado, pois não será possível viabilizá-lo no complexo de eventos e feiras que será construido em Pirituba.

O governador e prefeito foram consultados por Munchausen sobre a hipótese sobre a hipótese da Abertura da Copa 2014 ser realizada em um novo estádio a ser construído pela Gambazada da Marginal S/N, em uma área em Itaquera. Goldman e Aquassab reiteraram a disposição de proporcionar o apoio necessário para que São Paulo possa receber a abertura da Copa do Mundo.

O Governo do Estado e a Prefeitura de São Paulo reafirmaram a decisão de não aplicar recursos públicos para a construção de estádios .

Para vocês verem. Foi o Barão de Munchausen que questionou o Governador e o Prefeito sobre a abertura da Copa ser feita no Gambazão. E esse anúncio foi feito inclusive no Jornal Nacional.

Já estava TUDO decidido DESDE O INÍCIO, nenhuma ação de Malandrez Sanchez e do Barão de Munchausen foi mera coincidência. Não sei por que raios a CBF não disse isso desde quando se cogitou fazer Copa aqui.

Não foi à toa que o presidente do Corinthians votou no candidado apoiado pela CBF na eleição para o Clube dos Treze.

Não foi à toa que Andres Sanchez foi chamado para ir à Copa do Mundo na África do Sul, para sugar as bolas do Barão.

Não deve ser à toa que Andres Sanches filiou-se ao Partido dos Trabalhadores, partido do atual Presidente da República do Brasil, que afinal é corinthiano.

Não deve ser à toa que a construtora que irá tocar o projeto do Gambazão é a Odebrecht, vencedora de N licitações aqui no Brasil e sim, terá dinheiro do BNDES.

Não foram vocês corinthianos que davam piti só de ouvir falar que o São Paulo tomaria emprestado dinheiro com o BNDES? Agora, já que é para vocês isso pode, né?

O Governador e Prefeito disseram que não haverá injeção de dinheiro público na obra. MY ASS! E o entorno, #comofas? Vai haver SIM injeção de dinheiro público nessa porcaria de Gambazão, direta ou indiretamente. Com o Morumbi não pode, né?

Ah, e quem doou o terreno em Itaquera para vocês, hein? O Governo! Mas isso não posso falar nada, pois para todos os times foi assim.

Já estava tudo orquestrado, tudo decidido. A CBF não dá ponto sem nó. Agora só falta o anúncio oficial na festa do CenteNADA do Corinthians.

Como já dizia o craque Müller, o futebol é um meio sujo. E cada vez mais sinto NOJO da CBF e do Barão de Munchausen. Seleção em 2014? Só se for para o bi-campeonato da Espanha!

Um abraço e #TiraTeixeira.