O dia que os Trolls (Freetards) venceram Carlos Cardoso
Leonel Fraga de Oliveira 19/02/2009 00:15

Para quem ainda não conhece, Carlos Cardoso é considerado o primeiro problogger do Brasil.

Tive o prazer de conhecê-lo durante o Meio Bit Expo, em agosto do ano passado, e o pessoal conversou bastante sobre tecnologia, computadores, blogosfera e afins.

Sempre dou uma lida em seus blogs, principalmente o Contraditorium e o Meio Bit. Também tem o blog Carlos Cardoso e o Salsinhas (aliás, ele que cunhou este termo, denotando pessoas com pouco conhecimento, que não prestam atenção no que leem, etc.).

Ele escreve muito bem, afinal, a primeira coisa que um problogger deve ter em mente é exatamente escrever bem. Seus posts tem tiradas boas, com muito sarcasmo.

Mas, quando ele fala a palavra mágica Linux no Meio Bit, sai de baixo.

Sim, em praticamente todos os posts em que ele fala sobre Linux é flamewar na certa.

O sarcasmo em excesso, falando principalmente do Stallman, das limitações do Linux, dos Freetards, causa a fúria destes que pregam o software livre como religião.

Seu post intitulado “Seja Lento, Use Linux” no Meio Bit, que fala sobre a comparação do navegador Firefox rodando em plataformas Linux e Windows e apontando a vantagem para o Windows foi a gota d’água para os flames, e que mudaram totalmente o estilo das postagens do Cardoso, sem tons sarcásticos, e até a mudança de seu avatar, do Dr. House para o símbolo de “Paz” dos hippies, além da perda da insígnia de Sith que ele tinha.

É, isso provocou a fúria dos freetards, que chamam o Cardoso de Troll, entre outras coisas.

Mas… cá entre nós: Falar sarcasticamente de uma coisa que é idolatrada (seja religião, futebol, política – principalmente – e agora software), e que muitos que idolatram essa coisa visitam o seu site, é acender um isqueiro perto de um barril de pólvora. Algumas pessoas acham que ele faz esse tipo de coisa exatamente para provocar.

Como não sou nenhum *tard no que diz respeito à informática (não idolatro empresas, ideologias relacionadas a software, etc), até gosto do tom de seus posts, mas tem hora que isso não é legal.

É, esse post no MB rendeu muita coisa, até um dos editores se pronunciar neste tópico do Fórum do MB.

Como o Marcellus disse, a graça da vida é a diversidade. Se todos tiverem a mesma opinião, tudo se torna mais chato.

Quando comecei a ler o MB gostava dos posts sarcásticos, com eles que aprendi a gostar do site e a utilizar termos como freetards, appletards, mstards, entre outros *tards no meu dia-a-dia.

Um blog é exatamente para que nós exponhamos nossas opiniões, gostem ou não. É impossível agradar a gregos e troianos. Algo formal de mais não é tão prazeiroso de se ler.

Tomara que tudo volte à normalidade, e como conselho, segue a máxima: NÃO ALIMENTE OS TROLLS! :)

PS: Embora este post trate de tecnologia, não postei no NeoMatrix Tech para não quebrar a sequência de posts da nova Classe de Conexão!

Leonel Fraga de Oliveira Leonel Fraga de Oliveira é formado em Processamento de Dados na Faculdade de Tecnologia de São Paulo (FATEC-SP - 2002) e anteriormente em Técnico em Eletrônica, pela ETE Professor Aprígio Gonzaga (lá em 1999).
Atualmente trabalha como Analista de Sistemas na Prefeitura Municipal de São Caetano do Sul - SP
Tem como hobbies DJing (também trabalha como DJ freelancer) e ciclismo, além da manutenção dos sites NeoMatrix Light e NeoMatrix Tech.
Gosta de música eletrônica, tecnologia, cinema (super fã de Jornada nas Estrelas), gastronomia e outras coisas mais.


Compartilhe nas redes sociais

   

Deixe seu comentário

comments powered by Disqus

Arquivo de Postagens